Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17420
Título: As duas vertentes da língua portuguesa: usos no jornalismo
Autor(es): CARVALHO, Nelly Medeiros de
Palavras-chave: Cultura
Língua materna
Variantes linguísticas
Textos jornalísticos
Data do documento: 2005
Editor: Revista de Letras
Citação: CARVALHO, N. M. (2005)
Resumo: O presente trabalho aborda as diferenças entre a variante da língua portuguesa , veiculada em jornais de Lisboa , em relação á variante brasileira. também veiculadas pela imprensa escrita. O estudo recaiu sobretudo nos aspectos lexicais e transcrevemos apenas contextos frasais de alguns números do jornal O Mundo Português , que constituiu nosso corpus A análise tomou como modelo a teoria de John Algeo que desenvolveu o modelo para a análise das diferenças entre o inglês americano e o britânico.O modelo demonstra que as diferenças lexicais são inerentes ás diversidades culturais.
Abstract: A description is made of differences between two varieties of Portuguese , the European Portuguese and the Brazilian Portuguese,by analyzing texts in the printed media. The corpus,with a focus on lexical aspects —sentencelevel context – is drawn from several issues of the Lisbon-is based newspaper “O Mundo Português”.The analytical approach based on John Algeo´s Model for Interdialectal Differences between the American English and the British English. Our findings show that lexical differences are inherent in cultural diversity.
Descrição: CARVALHO, Nelly Medeiros de. As duas vertentes da língua portuguesa: usos no jornalismo. Revista de Letras, Fortaleza, v. 27, n.1/2, p. 96-102, 2005.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17420
ISSN: 0101-8051
Aparece nas coleções:DLV - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2005_art_nmcarvalho.pdf66,94 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.