Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17565
Título: Perfil clínico e epidemiológico de pacientes hemofílicos atendidos no centro de hematologia e hemoterapia do Piauí- HEMOPI
Título em inglês: Clinical profile and epidemiological of patients hemophiliacs treated at the hematology and hemotherapy center of Piauí-HEMOPI
Autor(es): Monte, Maria de Fátima Lemos do
Orientador(es): Moraes, Maria Elisabete Amaral de
Palavras-chave: Hemofilia A
Fatores de Coagulação Sanguínea
Prevenção & controle
Data do documento: 27-Jan-2016
Citação: MONTE, M. F. L. ; MORAES, M. E. A. (2016)
Resumo: A hemofilia A ou B é uma doença recessiva ligada ao cromossomo X que resulta da deficiência dos fatores de coagulação de sangue VIII ou IX, respectivamente, podendo decorrer de fatores adquiridos ou hereditários. Esta doença se caracteriza por provocar sangramentos mucocutâneos espontâneos, bem como nas articulações, os músculos, sistema gastrintestinal e no sistema nervoso central, levando a grande morbidade e mortalidade. Assim como outras doenças de caráter crônico, o tratamento da hemofilia é de alto custo, especialmente quando os pacientes são tratados de forma profilática. Por tratar-se de uma doença com tratamento muito dispendioso, além dos efeitos adversos e complicações relacionadas, principalmente quando os pacientes desenvolvem inibidores contra os fatores que lhes são administrados. Em vista das suas inúmeras complicações e pela importância clínica da doença, tem-se como objetivo classificar os hemofílicos quanto ao tipo da doença (A ou B), obter dados sócio demográficos desta população quanto à raça, idade, sexo e região de origem. Para isso, foram analisados os prontuários de 180 pacientes atendidos no Hemopi, no período de janeiro de 2011 a julho de 2014. Os resultados deste estudo mostram que a maioria dos pacientes estudados eram de cor parda (42%), distribuídos em hemofílicos A (161) e B (19). O grau de severidade prevalente em cada grupo foi de leve (53%) e grave (53%) para hemofilia A e B, respectivamente. A maioria residia na macrorregião Meio-Norte do Estado do Piauí (56%). Dentre os hemofílicos estudados, apenas 17 apresentaram algum tipo de comprometimento articular, sendo o tipo sanguíneo O+ o mais encontrado (29%). A positividade para o inibidor contra o fator VIII (23 indivíduos) apresentou-se em sua maioria, nos hemofílicos A graves. A co-infecção viral apresentou-se em 3 dos 13 indivíduos positivos para infecções virais, sendo eles HBV e HCV (15%) e HCV e HIV (8%). Desta forma, conclui-se que os hemofílicos atendidos no sistema ambulatorial do HEMOPI se caracterizam (em predomínio por categoria) por indivíduos de cor parda, tipo sanguíneo O+, com classificação da doença hemofilia A leve e idade entre 20 e 30 anos, residentes em sua maioria na macro-região Meio-Norte do Estado.
Abstract: Hemophilia A or B is a recessive disease linked to the X chromosome that results from deficiency of blood coagulation factors VIII or IX, respectively, resulting of acquired or hereditary factors. This disease is characterized by causing spontaneous mucocutaneous bleeding, as well as the joints, we muscles, system gastrointestinal and central nervous system, leading to high morbidity and mortality. Like other chronic diseases, the treatment of hemophilia is costly, especially when patients are treated prophylactically. Because it is a disease whose treatment is very expensive, in addition to adverse effects and related complications, especially when patients develop inhibitors against factors which they are administered. In view of its many complications and the clinical significance of the disease, tis thought to classify hemophiliacs about the disease type (A or B) get social demographics of this population in terms of race, age, sex and region of origin. For this, the medical records of 180 patients treated at Hemopi were analyzed, the period from January 2011 to July 2014. The results of this study show that most of the patients studied were mulatto (42%), distributed in hemophilia A (161) and B (19). The degree of severity prevalent in each group were mild (53%) and severe (53%) for hemophilia A and B, respectively. The patients are mostly resided of the Mid-North macro-region of Piauí State (56%). Among the studied hemophiliacs, only 17 had some type of joint involvement, with blood type O + as found (29%). The positivity for the inhibitor against factor VIII (23 patients) showed up mostly in severe hemophilia A. The viral coinfection appeared in 3 of the 13 positive individuals’ viral infections, namely HBV and HCV (15%) and HCV and HIV (8%). Thus, it is concluded that hemophiliacs treated at HEMOPI system are characterized (in dominance by category) by individuals of mixed ethnicity, pardos blood type O +, with the disease classification mild hemophilia A, aged between 20 and 30 years, living mostly in the macro-region Mid-North State.
Descrição: MONTE, M. F. L. Perfil clínico e epidemiológico de pacientes hemofílicos atendidos no centro de hematologia e hemoterapia do Piauí-HEMOPI. 2016. 68 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17565
Aparece nas coleções:DFIFA - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_dis_mflmonte.pdf1,65 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.