Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17654
Título: A formação de conceitos científicos para sujeitos com deficiência visual: sequência Fedathi como aporte metodológico no ensino de química
Título em inglês: The formation of scientific concepts for individuals with visual impairment: Fedathi sequence as methodological approach in chemistry teaching
Autor(es): COSTA, Emilia Lima da
Orientador(es): BRANDÃO, Jorge Carvalho
Palavras-chave: New Methodology
Exact Sciences
Química – Estudo ensino
Estudantes Universitários com deficiência Transtorno da visão
Inclusão (Educação)
Data do documento: 2016
Editor: www.teses.ufc.br
Citação: COSTA, E. L.; BRANDÃO, J. C. (2016)
Resumo: A Química para o deficiente visual tem se apresentando com indicativos de dificuldades. Com relação as dificuldades destacamos: novas metodologias que abrange as suas necessidades, ensino instrucionista /estímulo-resposta, a falta de inclusão, a própria formação do professor, a linguagem – Grafia Química Braille para uso no Brasil. Percebe-se que há falta de preparo de alguns docentes em trabalhar com esse público e dificuldade na abordagem dos conteúdos atrelados aos conceitos de massa, volume e densidade. Diante desses dados e com intuito de contribuir com o ensino da Química para o deficiente visual, a presente pesquisa trouxe como objetivo geral observar a formação de conceitos científicos para sujeitos com deficiência visual e utilizar a Sequência Fedathi como aporte metodológico para o Ensino da Química, aspirando mudanças na forma como os professores conduzem suas aulas, a Sequência Fedathi foi criada pelo professor Dr. Hermínio Borges Neto da Universidade Federal do Ceará (UFC). Os trabalhos iniciais reportam ao Ensino da Matemática e tem por base quatro etapas sequenciais e interdependentes: tomada de posição, maturação, solução e prova. Embora a Sequência Fedathi tenha sido desenvolvida com ênfase na Matemática, a mesma pode ser usada em qualquer outra disciplina. Portanto, para a realização da pesquisa adotamos como referencial teórico autores como Borges Neto et. al. (2013), Brandão (2004, 2009), Jucá (2011), Magalhães (2015), Mól et. al.(2012), Nuñez Ramalho (2004), Perrenoud (2003), Pozo e Crespo (2009), Freire (1996). A pesquisa se propôs investigar e vivenciar a Sequência Fedathi em escolas regulares, na disciplina de Química, do Ensino Médio do primeiro e segundo ano, com alunos deficientes visuais. Os resultados encontrados mostram um aluno ávido por conhecimento e que, por não possuir um ensino adequado as suas necessidades têm seu processo de formação prejudicado. Assim sendo, recai sobre o discente o “peso” de ser formado em um sistema tradicional estímulo-resposta, o que de certa forma vem prejudicar a participação do mesmo em sala de aula, minando ainda mais o processo de ensino aprendizagem. Com a vivência da Sequência Fedathi foi possível observar outra postura do aluno mesmo insistindo nas perguntas. Tornando-o crítico para buscar e ter a sua participação
Abstract: Chemistry for the visually impaired has been presenting difficulties. Regarding the difficulties we include: new methodologies covering their needs, instructional teaching / stimulus response, lack of inclusion, the own teacher training, language - Braille Chemical spelling for use in Brazil. It is noticed that there is a lack of preparation of some teachers in working with this population and difficulty in addressing the content linked to the concepts of mass, volume and density. Given these data and aiming to contribute to the teaching of chemistry for the visually impaired, this research has the general objective to observe the formation of scientific concepts for visually impaired subjects and use the Fedathi sequence as methodological support for Chemistry Teaching, aspirating changes in the way teachers conduct their classes, the Fedathi sequence was created by Professor Dr. Herminio Borges Neto from Universidade Federal do Ceará (UFC). Initial work report to Mathematics Teaching and is based on four sequential and interdependent steps: taking position, maturity, solution and proof. Although Fedathi sequence has been developed with emphasis on Mathematics, it can be used in any subject. So for the research we adopted as theoretical frame the authors Borges Neto et. al. (2013), Brandão (2004, 2009), Juca (2011), Magalhães (2015), Mól et. al. (2012), Nuñez Ramalho (2004), Perrenoud (2003), Pozo and Crespo (2009), Freire (1996). The research aimed to investigate and experience Fedathi sequence at regular schools, the subject of chemistry, the high school first and second year, with visually impaired students. The results show a student avid for knowledge and unfortunately , by not having adequate teaching their needs have hampered his training process. Therefore, lies with the student the "burden" of being formed into a traditional stimulus-response system, which somehow comes to prejudice the participation of the same in the classroom, further undermining the teaching and learning process. With the experience of Fedathi sequence it was possible to observe another posture from the student even insisting on questions. Making them critical in order to seek and have their participation.
Descrição: COSTA, Emilia Lima da. A formação de conceitos científicos para sujeitos com deficiência visual: sequência Fedathi como aporte metodológico no ensino de química. 2016. 78f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17654
Aparece nas coleções:PPGEB - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_dis_elcosta.pdf1,78 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.