Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17777
Título: Conservação pós-colheita do bacuri sob condições ambiente e refrigeração associada à atmosfera modificada.
Título em inglês: Conservation post-harvest of bacuri under conditions surrounding and refrigeration associated with the modified atmosphere.
Autor(es): Fontenele, Maria Alves
Orientador(es): Figueiredo , Raimundo Wilane de
Palavras-chave: Tecnologia de alimentos
Bacuri
Pós-colheita
Atmosfera modificada
Temperatura
Bacuri
Post-harvest
Modified atmosphere
Temperature
Data do documento: 2007
Citação: FONTENELE, M. A. (2007)
Resumo: Este trabalho teve por objetivos verificar através da caracterização de frutos do bacurizeiro da Região do Meio Norte, quais as melhores condições de atmosfera, de tempos e temperaturas de armazenamento, para prolongar a vida pós - colheita do bacuri (Platonia insignis Mart) para comercialização in natura. Os frutos colhidos na planta, armazenados sob atmosfera modificada apresentaram ótima aparência externa e interna até o final do experimento (25 dias), enquanto que os armazenados sob atmosfera ambiente tiveram sua aparência externa comprometida após o sexto dia, entretanto sua aparência interna foi satisfatória até o final do experimento. A perda de massa foi maior nos frutos sem filme, com perdas de até 47% aos 25 dias de armazenamento, contra 8% nos frutos com filme. A qualidade físico-quimica da polpa foi pouco afetada durante o armazenamento com destaque para os sólidos solúveis totais que apresentaram menor percentual nos frutos com filme. Os frutos colhidos na planta, armazenados a 7 ºC em atmosfera modificada tiveram sua aparência externa comprometida após 20 dias, por injúrias pelo frio, enquanto que nas temperaturas de 9 e 11 ºC a vida útil foi de 36 dias. A coloração das frutas evoluiu de verde claro para amarelo apenas nas temperaturas de 9 e 11 ºC, sendo que a 11 ºC a coloração atingiu uma maior intensidade. A qualidade da polpa praticamente não foi afetada pelas temperaturas de armazenamento. Os frutos apanhados após caírem da planta, armazenados a temperatura ambiente e atmosfera modificada tiveram sua aparência externa comprometida no décimo nono dia de armazenamento e a interna após 21 dias. Já para os frutos armazenados sob refrigeração e atmosfera modificada, a aparência externa foi comprometida aos 28 dias de armazenamento, apesar de apresentar aparência interna satisfatória até o trigésimo quinto dia. A perda de massa foi de 7,74% e 2,17%, nos frutos armazenados a 25 ºC e 12 ºC, respectivamente. Os frutos armazenamento a temperatura ambiente tiveram rendimento em torno de 16%, enquanto, que os frutos armazenados sob refrigeração o rendimento foi de 15%. Os valores dos SST decresceram durante o armazenamento nas duas temperaturas avaliadas. Após 35 dias de armazenamento a 25 ºC os frutos apresentaram em média 12,12 ºBrix, enquanto que a 12 ºC após 42 dias de armazenamento apresentaram um valor de 11,28 ºBrix. Os valores de pH apresentaram pouca variação através do tempo nas duas condições de armazenamento e a AT obteve maior variação no armazenamento a 25 ºC. A relação SST/AT apresentou variações consideráveis entre o inicio e o final nos dois tipos de armazenamento, sendo mais intenso no armazenamento a temperatura ambiente. Os frutos apresentaram baixos teores de compostos fenólicos em todas as frações caracterizando a polpa de bacuri como pouco adstringente, demonstrando potencial para consumo in natura, além de pouco teor de vitamina C, nas duas condições de armazenamento.
Abstract: This work had for objectives to verify through the characterization of fruits of the bacuri tree of the Area of the North Middle, which the best atmosphere conditions, of times and storage temperatures, to prolong the life post-harvest of the bacuri (Platonia insignis Mart) for commercialization in natura. The fruits picked in the plant, stored under modified atmosphere they presented great appearance it expresses and it interns until the end of the experiment (25 days), while stored them under atmosphere it adapts they had your appearance it expresses committed after the sixth day, however your internal appearance was satisfactory until the end of experiment. A mass loss it was larger in the fruits without film, with losses of up to 47% to the 25 days of storage, against 8% in the fruits with film. The physical-chemical quality of the pulp was little affected during the storage with prominence for the total soluble solids that presented smaller percentile in the fruits with film. The fruits picked in the plant, stored 7 ºC in modified atmosphere they had your appearance it expresses committed after 20 days, for offenses for the cold, while in the temperatures of 9 and 11 ºC useful life was of 36 days. The coloration of the fruits just developed of clear green for yellow in the temperatures of 9 and 11 ºC, and to 11 ºC the coloration reached a larger intensity. The quality of the pulp practically was not affected by the storage temperatures. The fruits been hit after you/they fall of the plant, stored the temperature it adapts and modified atmosphere had your appearance it expresses committed in the nineteenth day of storage and the intern after 21 days, already for the fruits stored under refrigeration and modified atmosphere, the appearance expresses it was committed to the 28 days of storage, in spite of presenting satisfactory internal appearance until the thirtieth fifth day. The mass loss was of 7.74% and 2.17%, in the fruits stored 25 ºC and 12 ºC, respectively. The fruits storage the temperature adapts they had revenue around 16%, while, that the fruits stored under refrigeration the revenue it was of 15%. The values of SST decreased during the storage in the two appraised temperatures. After 35 days of storage to 25 ºC the fruits presented 12.12 ºBrix on average, while to 12 ºC after 42 days of storage presented a value of 11.28 ºBrix. The values of the pH presented little variation through the time in the two storage conditions and the AT obtained larger variation in the storage to 25 ºC. The relationship SST/AT presented considerable variations among I begin him/it and the end in the two storage types, being more intense in the storage the temperature adapts. The fruits presented low tenors of phenolic compounds in all the fractions characterizing the bacuri pulp as little astringent, demonstrating potential so much for consumption in natura, besides little vitamin tenor C, in the two storage conditions.
Descrição: FONTENELE, Maria Alves. Conservação pós-colheita do bacuri sob condições ambiente e refrigeração associada à atmosfera modificada. 2007. 138 f. : Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará,Centro de Ciências Agrárias, Departamento de Tecnologia de Alimentos, Fortaleza-CE, 2007,
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17777
Aparece nas coleções:DTA - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2007_dis_mafontenele.pdf744,98 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.