Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18336
Título: Mortality risk associated with blood sugar levels in patients with septicemia in Intensive Care
Autor(es): Moreira, Adriana Cristina
Lourenção, Luciano Garcia
Sassaki, Natália Sperli Geraldes Marin Santos
Gazetta, Claudia Eli
Vendramini, Silvia Helena Figueiredo
Santos, Maria de Lourdes Sperli Geraldes
Palavras-chave: Hiperglicemia
Sepse
Mortalidade
Data do documento: Mai-2016
Editor: Rev Rene
Citação: MOREIRA, A. C. ; LOURENÇÃO, L. G. ; SASSAKI, N. S. G. M. S. ; GAZETTA, C. E. ; VENDRAMINI, S. H. F. ; SANTOS, M. L. S. G. (2016)
Resumo: Objetivo : estimar o risco de mortalidade associado aos níveis glicêmicos em pacientes com septicemia em uma Unidade de Terapia Intensiva. Métodos : estudo de coorte retrospectivo com 263 pacientes com septicemia internados em uma unidade de terapia intensiva, utilizando dados do sistema de gestão hospitalar. Resultados: houve maior frequência de pacientes na faixa etária de 14 a 59 anos (52,1%), sexo masculino (55,9%), raça branca (85,9%), de especialidades clínicas (65,8%); o período de internação variou de 2 a 132 dias; 91,6% dos pacientes (n=241) estavam hiperglicêmicos no momento da hospitalização. Ocorreram 37 (14,1%) óbitos, sendo mais frequentes nos pacientes que apresentaram hiperglicemia na hospitalização (1,49 óbitos/1000 pacientes). Conclusão: a hiperglicemia mostrou-se fator de risco para mortalidade em pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva.
Abstract: Objective: to estimate the mortality risk associated with blood sugar levels in patients with septicemia in an Intensive Care Unit. Methods: this is a retrospective cohort study, performed with 263 patients with septicemia admitted to an intensive care unit, using the hospital management system data. Results: there was a higher frequency of patients aged from 14 to 59 years old (52.1%), male (55.9%), white (85.9%) of clinical specialties (65.8%); the hospitalization period ranged from 2 to 132 days; 91.6% of patients (n=241) were hyperglycemic at the time of hospitalization. There were 37 (14.1%) deaths, more frequent in patients with hyperglycemia during hospitalization (1.49 deaths/1,000 patients). Conclusion: hyperglycemia was a risk factor for mortality in patients admitted to the Intensive Care Unit.
Descrição: MOREIRA, Adriana Cristina et al. Mortality risk associated with blood sugar levels in patients with septicemia in Intensive Care. Rev Rene, Fortaleza, v. 17, n. 3, p. 324-9, may./jun. 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18336
ISSN: 1517-3852 Impressa
2175-6738 On line
Aparece nas coleções:DENF - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_art_acmoreira.pdf213,54 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.