Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19378
Título: Le varietà del repertorio linguistico e l’insegnamento dell’italiano come lingua straniera
Autor(es): TORQUATO, Carolina Pizzoto
Palavras-chave: Sociolinguística
Varietà linguistica
Língua italiana
Didattica dell'italiano come lingua straniera
Sociolinguítica
Variante linguística
Língua italiana
Didática do italiano como língua estrangeira
Sociolinguítics
Linguistic variant
Italian language
Teaching of italian as a foreign language
Data do documento: 2011
Editor: Revista de Italianística
Citação: TORQUATO, C. P. (2011)
Resumo: O italiano apresenta uma ampla gama de variação do seu repertório linguístico que, como se sabe, não se limita à simples distinção entre língua e dialeto (ou língua e dialetos). Pode-se afirmar que a peculiar história da língua italiana produziu uma verdadeira multiplicidade de repertórios linguísticos, de forma que não existe um único repertório válido para todos os italianos: até mesmo o, assim chamado, “italiano standard” (ou “neo-standard”) não é senão uma variante entre tantas outras que compõem a complexa arquitetura do italiano contemporâneo. Conhecer o quadro dessas variantes linguísticas, aprender a distingui-las e a usá-las nos diferentes contextos situacionais, faz parte da competência comunicativa de um falante nativo ou estrangeiro. A gama de variação do repertório, portanto, não pode ser ignorada no processo de ensino/aprendizagem do italiano como língua estrangeira. O objetivo deste trabalho é justamente o de propor uma reflexão, através das noções da sociolinguística, sobre o quadro atual da língua italiana contemporânea e as suas implicações na didática do italiano como língua estrangeira.
Abstract: Italian language has a wide range of variation of its linguistic repertoire, which, as one knows, it is not limited to the simple distinction between language and dialect (or language and dialects). It can be stated that the peculiar history of Italian language produced a true multiplicity of linguistic repertoires, so that there is not a single valid repertoire for all the Italian: even the so-called “standard Italian” (or “neo-standard”) is but one variant among many others that make up the complex architecture of the contemporary Italian. To know the set of these linguistic variants, and to learn how to distinguish and use them in different situational contexts, it is part of the communicative competence of a native speaker or foreigner. The range of variation of the repertoire, therefore, can not be ignored in the teaching and learning process of Italian as a foreign language. This paper aims at proposing a reflection, through principles of Sociolinguistics, on the current perspective of contemporary Italian language and its implications for the teaching of Italian as a foreign language.
Descrição: TORQUATO, Carolina Pizzolo. Le varietà del repertorio linguistico e l'insegnamento dell'italiano come lingua straniera. Revista de Italianística, São Paulo, n. 21-22, p. 149-160, 2011.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19378
ISSN: 2238-8281
Aparece nas coleções:DLE - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_art_cptorquato.pdf455,99 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.