Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21304
Título: A tradução como política. Conversa com Ricardo Rodríguez Ponte
Autor(es): Bauab, Adriana
Ruíz, Alejandra
Palavras-chave: Entrevista
Tradução
História
Psicanálise
Data do documento: 2015
Editor: Transversal - Revista em Tradução
Citação: Bauab, A.; Ruíz, A. (2015)
Resumo: A história da Psicanálise na América Latina está atrelada à história de suas traduções. Em espanhol, contamos com duas traduções da obra de Sigmund Freud direto do alemão. No Brasil, contávamos apenas com uma única tradução - feita a partir do inglês - até 2007, ano da entrada de sua obra em domínio público. No que se refere ao ensino de Jacques Lacan, contamos com traduções oficiais e oficiosas. As primeiras correspondem ao estabelecimento feito por Jacques-Alain Miller, herdeiro legal dos direitos sobre sua obra. Já as oficiosas são aquelas feitas por diversos grupos de psicanalistas. As motivações que levam a produzir essas últimas são diversas, como discutido por Escalante (2015).
Descrição: PONTE, Ricardo Rodríguez. A tradução como política. Conversa com Ricardo Rodríguez Ponte. Transversal - Revista em Tradução, Fortaleza, v. 1, n. 2, p. 72-89, 2015. Entrevista concedida a Adriana Bauab e Alejandra Ruíz.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21304
ISSN: 2446-8959 (online)
Aparece nas coleções:DLE - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_art_abauab.pdf393,52 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.