Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2491
Título: Política de acesso e permanência para estudantes indígenas na universidade: avaliação da política de cotas da Universidade Federal do Tocantins (UFT)
Autor(es): PEREIRA, Cícero Valdiêr
Orientador(es): GUSSI, Alcides Fernando
Palavras-chave: Avaliação de políticas públicas
Política de cotas
Estudantes indígenas
Educação Superior
Política de ação afirmativa
Evaluation of public policies
Quota policy
Indigenous students
College education
Affirmative action policy
Data do documento: 2011
Editor: www.teses.ufc.br
Citação: PEREIRA, C. V. ; GUSSI, A. F. (2011)
Resumo: O propósito deste estudo investigativo é avaliar a política de cotas da UFT, analisando sua implementação e primeiros resultados baseados num estudo de caso no Campus Miracema da UFT. Para tanto, analisar dados de acesso, ingresso e permanência de estudantes indígenas da população Xerente, beneficiários do Programa Política de Cotas, deste Campus. A metodologia utilizada na pesquisa avaliativa privilegia tanto aspectos qualitativos como quantitativos. Para realização da referida pesquisa, realizou-se estudo documental, utilizando-se de instrumentos institucionais, como atas, relatórios, pareceres dentre outros que contivessem informações úteis à pesquisa. A coleta de dados foi realizada por meio de observação participante, aplicação de questionários a estudantes indígenas e não indígenas e realização de entrevistas semiestruturadas com gestores, coordenadores, professores e estudantes indígenas no Campus de Miracema. Foram definidos como sujeitos da pesquisa avaliativa os estudantes indígenas aí matriculados nos cursos de Pedagogia e Serviço Social, no período de 2005 a 2009, tempo considerado suficiente para a avaliação. Evidenciou-se, no entanto, com amparo em dados, que a política de cotas da UFT assegura principalmente o acesso, deixando secundarizada a permanência dos estudantes indígenas, sendo indispensável uma avaliação da política, que enfoque, especificamente, fatores que possibilitem para além da ampliação no número de vagas, outros que se referem à sua permanência, tais como, construção de restaurante e residência universitária em todos os Campi, recursos para a locomoção do estudante indígena da aldeia à Universidade, dentre outros. Dessa forma, há de se reconhecer a importância da política para os povos indígenas, sob o ponto de vista do acesso, no entanto, ao que se refere a permanência, a UFT/Campus de Miracema precisa, além de ampliar suas ações, qualificar aquelas em curso. De concreto, não se viu uma política planejada de acesso e permanência dos indígenas na instituição, que conduza a um bom desempenho acadêmico, e consequentemente, à formação com qualidade.
Abstract: The purpose of this research study is to evaluate the quota policy of the Federal University of Tocantins - UFT, analyzing its implementation and first results based on a case study at the UFT Miracema Campus. To this end, data of access, entry and stay of the indigenous students of the Xerente population, beneficiaries of the Quota Policy Program in this Campus, will be analyzed. The methodology used in the evaluation research focuses on both qualitative and quantitative aspects. To conduct this research, a documentary study was made using institutional instruments, such as minutes, reports, opinions, among others, which contained information that was relevant for the research. Data collection was conducted through participant observation, questionnaires to indigenous and non-indigenous students as well as semi-structured interviews with managers, coordinators, teachers and indigenous students at the Miracema Campus. The subjects of the evaluation research were the indigenous students enrolled for a degree in the Undergraduate Schools of Education and Social Work, between 2005 and 2009, a sufficient time for the evaluation. It became clear, however, with support in data, that the quota policy of the UFT ensures mainly the access, relegating to a secondary position the situation of the indigenous students during their stay, and it is essential to assess the policy, specifically focusing on the factors that go beyond the increase in the number of vacancies, but are related to their stay, such as, building a students‟ restaurant and a residence hall in all the university campuses, resources for the indigenous students to go from the native village to the university, among others. Thus, one should recognize the importance of this policy for the indigenous people, with regard to access. However, regarding their stay, the UFT/Miracema Campus needs, in addition to expanding their actions, to qualify those under way. In concrete terms, there has not been a planned policy of access and stay for the indigenous students in the institution, which may lead to a good academic performance, and consequently to a high quality education.
Descrição: PEREIRA, Cícero Valdiêr. Política de acesso e permanência para estudantes indígenas na universidade: avaliação da política de cotas da Universidade Federal do Tocantins (UFT) Fortaleza 2011. 186 f. Dissertação (Mestrado em Avaliação de Políticas Públicas) – Universidade Federal do Ceará, Pro - Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Programa de Pós-Graduação em Avaliação de Políticas Públicas, Fortaleza, 2011.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2491
Aparece nas coleções:MAPP - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_Dis_CiceroVPEREIRA 0K.pdf1,56 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.