Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2513
Título: Avaliação da geração de emprego nas indústrias de calçados do Nordeste financiadas pelo Banco do Nordeste do Brasil, de 1998 a 2006
Autor(es): PINTO, Àdila Maria Barbosa
Orientador(es): MOREIRA, Carlos Américo Leite
Palavras-chave: Avaliação de Políticas Públicas
Políticas de Crédito
Setor Calçadista
Financiamento do Desenvolvimento
Data do documento: 2008
Editor: www.teses.ufc.br
Citação: PINTO, A. M. B. ; MOREIRA. C. A. L. (2008)
Resumo: Este trabalho trata da avaliação de impactos dos financiamentos do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), por meio do Programa Industrial, na geração de empregos nas indústrias do setor calçadista da região Nordeste, no período de 1998 a 2006. Como política de crédito voltada para o fortalecimento do setor industrial do Nordeste, o referido Programa tem como objetivo financiar a implantação, modernização, ampliação e relocalização de projetos industriais. Contudo, cabe perguntar se o desenvolvimento do setor calçadista por meio desses financiamentos tem se traduzido na melhoria dos indicadores de emprego, em consonância com o papel do BNB de atuar como órgão de desenvolvimento do Nordeste. Os resultados da avaliação apontam para a maior variação do estoque de emprego formal nas indústrias calçadistas financiadas vis-à-vis as não-financiadas, considerando-se o período acumulado de 1998 a 2006, em relação ao ano base (1997). Dentro do grupo de empresas financiadas, destacam-se os empreendimentos de grande porte, que apresentaram o melhor desempenho, seguidos dos empreendimentos de micro e pequenos portes. Na análise da variação anual, o melhor desempenho foi registrado pelas micro e pequenas empresas financiadas, com variação positiva em todos os anos analisados e sempre superiores às empresas não financiadas. Assim, a avaliação indica que a melhoria de acesso ao crédito por parte dos micro e pequenos estabelecimentos é um elemento importante para o crescimento do emprego, uma vez que as empresas desse segmento apresentaram significativa capacidade de geração de emprego quando financiadas, à frente das indústrias de médio porte que contrataram mais recursos tanto em termos de volume quanto em quantidade de operações. A despeito dos resultados positivos dos impactos dos financiamentos do Programa Industrial sobre a geração de emprego no setor calçadista do Nordeste, entende-se que as políticas de crédito não podem ser vistas como a panacéia para o desenvolvimento da região Nordeste. Estas devem ser acompanhadas de outras políticas para avançar nas reformas estruturais imprescindíveis para o desenvolvimento econômico da região.
Descrição: PINTO, Ádila Maria Barbosa. Avaliação da geração de emprego nas indústrias de calçados do Nordeste financiadas pelo Banco do Nordeste do Brasil, de 1998 a 2006. 2008. 76 f. Dissertação (Mestrado em Avaliação de Políticas Públicas) – Universidade Federal do Ceará, Pro - Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Programa de Pós-Graduação em Avaliação de Políticas Públicas,Fortaleza-CE, 2008.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2513
Aparece nas coleções:MAPP - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_Dis_AMBPinto.pdf276,81 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.