Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/29096
Title in Portuguese: Tia, deixa eu falar! Os sentidos atribuídos por crianças da pré-escola à roda de conversa em um centro de educação infantil do município de Fortaleza
Author: Araújo, Janice Débora de Alencar Batista
Advisor(s): Frota, Ana Maria Monte Coelho
Keywords: Roda de Conversa
Pré-escola
Crianças
Linguagem
Culturas infantis
Circle time
Preschool
Children
Language
Child culture
Issue Date: 2017
Citation: Araújo, J. D. A. B.; Frota, A. M. M. C. (2017)
Abstract in Portuguese: A presente pesquisa tem como principal objetivo analisar os sentidos atribuídos por crianças da pré-escola à Roda de Conversa em um Centro de Educação Infantil da rede pública de Fortaleza. Assim, procurou caracterizar o fenômeno investigado numa turma de Infantil IV; descrever as impressões das crianças acerca do papel da professora; investigar o papel que as crianças atribuem a si mesmas na Roda de Conversa; conhecer, através de suas famílias, os contextos de vida das crianças. O estudo tem como respaldo teórico a abordagem sociointeracionista de Vygotsky (1998, 2005, 2009) e Wallon (2007, 2008) sobre a importância da construção do pensamento e da linguagem no desenvolvimento da criança, assim como a concepção dialógica e democrática de educação de Freire (1967, 1987, 1996) e, ainda, os estudos sobre as culturas da infância representados por Corsaro (2011), Sarmento (2004, 2005, 2007) e Barbosa (2014), que contribuem para a compreensão da(s) infância(s) como categoria social e das crianças como produtoras de cultura. A abordagem metodológica é de natureza qualitativa e tem inspiração nos estudos de tipo etnográficos adaptados à educação. Participaram desse estudo crianças do agrupamento Infantil IV, com idade de quatro e cinco anos, principais sujeitos da pesquisa. Como instrumentos para a construção de dados foram utilizados: observação participante, entrevista individual com desenhos e entrevista coletiva com histórias a serem completadas pelas crianças, observação de uma situação de faz de conta na qual as crianças brincaram de Roda de Conversa e entrevistas semiestruturadas com colaboradores da pesquisa: a professora e as famílias das crianças. Os registros foram realizados através de diário de campo, fotografia, gravador de áudio e filmagens. A análise dos dados revelou que a Roda de Conversa realizada no contexto investigado é compreendida como um momento para combinados de atividades didáticas, projetos, roda de música. Na sua realização, a professora apresenta temas geradores de conversas, pelos quais, nem sempre, as crianças se interessam. As crianças, como sujeitos dialógicos e competentes, resistem a essa normalização e trazem para a Roda de Conversa suas questões e assuntos de interesse, rompendo com a lógica escolarizante.
Abstract: This research has as its main goal to analyze the meanings attributed by preschool children to circle time in a public center for Early Childhood Education in Fortaleza. Thus, this paper sought to characterize the phenomenon investigated in a preschool class; to describe the children‟s impressions of the teacher‟s role; to investigate the role that the children play in the circle time; know through their families the contexts of children‟s lives. This study has a theoretical support the social-interactionist approach of Vygotsky (1998, 2005, 2009) and Wallon (2007, 2008) on the importance of the construction of thought and language in child development, as well as Freire‟s (1967, 1987, 1996) dialogical and democratic conception of education and also the studies on childhood‟s cultures represented by Corsaro (2011), Sarmento (2004, 2005, 2007) and Barbosa (2014), who contribute to the understanding of childhoods as a social category and of children as producers of culture. The methodological approach is qualitative and is inspired by ethnographic studies adapted to education. Children from preschool, four and five years old students are the main subjects and participated in the study. As instruments for the construction of data were used: participant observation, individual interview with drawings and collective interview with stories to be completed by the children, observation of a make-believe situation in which the children represented a circle time and semi-structured interviews with the research collaborators: the teacher and the children‟s families. Records were made through field diary, photography, audio recorder and filming. Data analysis revealed that the circle time performed in the investigated context is understood as a time for combined didactic activities, projects and music. In its realization the teacher presents themes to be presented, generators of conversations for which, not always, children are interested. The children as competent dialogical subjects resist this normalization and bring their questions and subjects of interest to the circle time, breaking with the schooling logic.
Description: ARAUJO, Janice Débora de Alencar Batista. Tia, deixa eu falar! Os sentidos atribuídos por crianças da pré-escola à roda de conversa em um centro de educação infantil do município de Fortaleza. 2017. 239f. - Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2017.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/29096
Appears in Collections:PPGEB - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_dis_jdabaraujo.pdf4,08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.