Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2950
Título: José de Alencar e a chamada língua brasileira
Autor(es): BECHARA, Evanildo
Palavras-chave: Alencar, José de, 1829-1877 - critica e interpretacao
Análise do discurso literário
Alencar, José de, 1829-1877 - critica e interpretacao
Língua e Literatura
Data do documento: 1979
Editor: Revistas de Letras
Citação: BECHARA, E. (1979)
Resumo: Alencar fo i um embevecido da sua terra e um crente contumaz no destino do Brasil. A fidelidade com que procurou transmitir essas crenças ao seu magistério de político e de escritor recompensou-lhe negativamente os esforços, porque, em ambas as missões, praticou a crítica honesta e construtiva e teve como troco os maus críticos, aqueles de que fala em Bênção Paterna , nos Sonhos D'Ouro: "Os críticos, deixa-me prevenir-te, são uma casta de gente, que tem a seu cargo desdizer de tudo neste mundo. O dogma da seita é a contrariedade. Como os antigos sofistas, e os reitores da Meia Idade, seus avoengos, deleitam-se em negar a verdade.
Descrição: BECHARA, Evanildo. José de Alencar e a chamada língua brasileira. Revista de Letras, Fortaleza, v.1, n. 3, 1979, p.38-54.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2950
ISSN: 01018051
Aparece nas coleções:DLV - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
1979_Art_EBechara.pdf2,04 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.