Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2966
Título: Autovaliação nas instituições de ensino superior de Ceará sob a égide do sistema nacional da educação superior - SINAES.
Título em inglês: Autovaliação in the institutions of superior education of Ceará under égide of the national system of superior education - SINAES
Autor(es): LIMA, Claudia Ibiapina
Orientador(es): ANDRIOLA, Wagner Bandeira
Palavras-chave: Auto-avaliação da instituição
Avaliação do desempenho institucional
Avaliação da educação superior - ceará
Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior
Data do documento: 2010
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: LIMA, C. I. ; ANDRIOLA, W. B. (2010)
Resumo: O presente trabalho é estimulado pela reflexão sobre como as IES cearenses passaram a desenvolver o processo de autoavaliação no âmbito institucional. Esta inquietação nos leva ao estudo que tem como objetivo diagnosticar o grau de conhecimento e aceitação das instituições de ensino superior (IES) cearenses acerca da concepção de autoavaliação vigente, como etapa inicial e essencial, conforme instituição pela Lei nº 10.861 (SINAES). Atualmente, o tema avaliação institucional é amplamente debatido no interior das instituições de educação superior, em razão da busca pela eficiência institucional e pela melhoria da qualidade da educação. Com a institucionalização da Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004 (SINAES), a avaliação institucional passou a ser norteada por princípios fundamentais, em que podemos destacar o da globalidade, do reconhecimento da diversidade do sistema e o da continuidade do processo avaliativo no âmbito institucional com a participação de todos os segmentos da comunidade acadêmica. Nesse contexto, a questão da avaliação da educação superior é realmente nova. Para estabelecermos as principais diferenças entre os procedimentos atuais e os anteriores ao SINAES, percorremos o caminho metodológico numa pesquisa descritiva ex-post-facto, utilizando abordagens qualitativa e quantitativa. No estudo bibliográfico e documental, descobrimos que o atual SINAES é resultado de uma longa trajetória dos programas de avaliação institucional, desenvolvidos para a educação superior brasileira no período compreendido entre 1980 e 2004. No atual sistema de avaliação da educação superior, o diferencial é a autoavaliação institucional, conduzida pela Comissão Própria de Avaliação (CPA), constituída pelo dirigente máximo da IES. A pesquisa investigativa, através de questionários, teve como cenário as IES cearenses, nas quais verificamos o nível de conhecimento dos partícipes acerca das etapas da autoavaliação; o comprometimento e a aceitabilidade dos envolvidos no processo avaliativo e a descrição das dificuldades e das facilidades detectadas pelos coordenadores das CPAs na implementação da autoavaliação no âmbito das IES. Com os resultados obtidos nesta pesquisa, verificamos que os programas de AI desenvolvidos no Brasil para a educação superior tinham fins regulatórios e funções somativas. Com a institucionalização do SINAES, ocorreram avanços significativos em relação à função da avaliação que passou a ser formativa, emancipatória e regulatória numa visão global. Constatamos que a AI passou a ter caráter transformador, construindo a integração da avaliação interna (autoavaliação) e externa. Diante do diagnóstico, averiguamos que as IES cearenses cumprem o que estabelece a legislação, isto é, no aspecto burocrático. Portanto, há um longo caminho a ser percorrido pelas IES para assimilação da nova cultura de avaliação instituída pelo sistema de avaliação SINAES. Considerando essas conclusões, o trabalho apresenta algumas recomendações numa alternativa de materializar a proposta de autoavaliação instituída pelo SINAES no interior das IES cearenses.
Abstract: This work is stimulated by reflection on with IES of Ceará began to develop the process of self-assessment within the institutional framework. This concern leads us to study that aims to diagnose the state of knowledge and acceptance of higher education institutions (IESs) Ceará about building self-assessment in force, as initial and essential step, as established by Law No. 10.861 (SINAES). Currently the theme institutional assessment is widely discussed within the institutions of higher education, because the search for institutional efficiency and improving the quality of education. With the institutionalization of Law No. 10.861 of 14 April 2004 (SINAES), the institutional assessment is now guided by fundamental principles, we can highlight the whole, recognizing the diversity of the system and the continuing evaluation process in institutional framework with the participation of all segments of the academic community. In this context, the question of evaluation of higher education is really new. To establish the main differences between current procedures and prior to SINAES walked the path a methodological descriptive ex post facto, using qualitative and quantitative approaches. In the bibliographic and documentary found that the current SINAES is the result of a long history of institutional assessment programs developed for the Brazilian higher education in the period 1980 to 2004. In the current evaluation system of higher education, the difference is the institutional self-assessment, conducted by the Commission for assessment (CPA), consisting of the leader of the IES. The investigative research, through questionnaires, had the background of the IES Ceará, we check the level of knowledge of participants about the stages of self-assessment, commitment and acceptance of those involved in the evaluation process and the description of the difficulties and facilities identified by the coordinators of CPAs in the implementation of self-assessment within the IES.Com the results obtained in this study, we found that AI programs developed in Brazil for higher education had regulatory purposes and summative functions. With the institutionalization of SINAES significant advances have occurred in relation to the role of evaluation that has to be formative, emancipator and a regulatory overview. We found that the AI has to have a transforming character, building the integration of internal evaluation (self assessment) and external. Before the diagnosis, we found that higher education institutions comply with the cearenses the common law, that is, the bureaucratic aspect. Therefore, there is a long way to go by the institution for assimilation of the new culture of evaluation established by the evaluation system SINAES. Considering these findings, the paper presents some recommendations on an alternative proposal to reflect the self assessment introduced by SINAES within the IES Ceará.
Descrição: LIMA, Claudia Ibiapina. Autovaliação nas instituições de ensino superior de Ceará sob a égide do Sistema Nacional da Educação Superior - SINAES. 2010. 158f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Fortaleza-CE, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2966
Aparece nas coleções:PPGEB - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_Dis_CILIMA.pdf3,56 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.