Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2968
Título: Disposições Norteadoras De Concepções Acerca Da Teoria E Da Prática: Um Estudo Das Falas De Docentes E Discentes Do Curso De Pedagogia Da URCA
Autor(es): RODRIGUES, Cicera Sineide Dantas
Orientador(es): SOUZA, Angela Terezinha de
Palavras-chave: Professores – Formação – Análise do Discurso – Cariri (CE)
Professores Universitários – Análise do Discurso – Cariri (CE)
Estudantes Universitários – Análise do Discurso – Cariri (CE)
Data do documento: 2009
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: RODRIGUES, C. S. D. ; SOUZA, A.T. (2009)
Resumo: This present research withdraw from the “theory and practice” object keeping in mind an espistemological approach of it. In the core of this discussion, the majority of the students understands that the dialectic movement between practice and theory is grounded in the practical perspective. (PIMENTA, 1994; LIMA, 2008; HOUSSAYE, 2004; RODRIGUES and KUENZER, 2007). This movement is understood in a relation of unity in diversity (MIRANDA & RESENDE, 2003). The study in focus appears as contribution to the discussion, and the approaching to it is done through an exam of the social-formatives aspects that involve the conception of theory and practice of the agents of pedagogical field. So its goal was to apprehend the relation between the way of seeing theory and practice and the dispositions or intern habitus during the formative process in the Pedagocical Course. The assessement shows that the process of internalization of the scientific habitus normally is the main propelling force that guides professors and students in the building of the thoughts that overlay the common sense. Thus the relation between the formative reports and the ideas of theory and practice of four professors, and three students of the Scientific Initiation of the URCA Pedagogy Course were verified. The questionary, documental analysis, and the open interview were the major tools of collecting data, these have being explanined according to the historic-dialectic appoach of education based on Vasquez (2007) and Kosik (1976) and according to the Praxiology of Pierre Bourdieu. In general, these approaches give precedence to the relations of unity between subjectiveness and objectiveness, thought and action, subject and object, theory and practice. The quality analysis of the data allowed a knowledge of the habitus that guides the interviewed agents in their conception and practices. Such social dispositions appear in the critical stand, in the support of the practice as a base of the pedagogical realization, in the political glance, in the relational perspective and also in the chorerent atitude that requires the union between what is said and what is done. It was perceived that in a general way these dispositions are related to each other and are used by the subjects to explain their way they understand the collective thinking and the relation of unity between theory and practice. The time of experience in the pedagogical-scientific field it was a key factor in the incorporation of the guiding dispositions of the understanding of the reality as a praxis. It was also observed that professors and students of the Pedagogical Course of URCA carry with themselves the very history of the Course. Moreover they relate to the debate on theory and practice relevant issues to the training and to the field work. This research appears as a contribution to the debate showing that there is no possibility of separating the way that the theory and practice relation of the formative histories of the individuals are conceived, at the same time it stirs up an uderstanding that the enunciations of the subjects possess in themselves a social nature.
Abstract: A presente pesquisa toma distância do objeto “teoria e prática”, tendo em vista uma aproximação epistemológica com o mesmo. No cerne dessa discussão, a maioria dos estudos entende que o movimento dialético entre a teoria e a prática se fundamenta na perspectiva da práxis, (PIMENTA, 1994; LIMA, 2008; HOUSSAYE, 2004; RODRIGUES E KUENZER, 2007). Tal movimento é compreendido numa relação de unidade na diversidade (SAVIANI, 2007) e percebido ainda como um dos maiores impasses enfrentado pelos educadores (MIRANDA & RESENDE, 2003). O estudo em pauta vem contribuir com a discussão, abordando-a a partir de uma análise dos aspectos sócio-formativos que envolvem a concepção de teoria e prática de agentes do campo pedagógico. Desse modo, teve como objetivo apreender a relação entre o modo de ver a teoria e a prática e as disposições ou habitus interiorizados no decurso formativo de sujeitos do Curso de Pedagogia. A análise mostra que o processo de internalização do habitus científico, normalmente, é o principal motor que orienta professores e estudantes na construção de um pensamento que se contrapõe à visão do senso comum. Por isso, investigou a relação entre as histórias formativas e as concepções de teoria e prática de quatro professores pesquisadores e três estudantes de Iniciação Científica do Curso de Pedagogia da URCA. O questionário estruturado, a análise documental e a entrevista aberta foram os principais instrumentos de coleta de dados, sendo estes explicados à luz da abordagem histórico-dialética da educação, com aporte em Vazquez (2007) e Kosik (1976) e à luz da Praxiologia de Pierre Bourdieu. No geral, essas abordagens privilegiam as relações de unidade entre subjetividade e objetividade, pensamento e ação, sujeito e objeto, teoria e prática. A análise qualitativa dos dados permitiu o conhecimento do habitus que orienta os agentes entrevistados em suas concepções e práticas. Tais disposições aparecem na postura de crítica, no amparo na prática como base para o fazer pedagógico, no olhar político, no enfoque relacional e também na atitude de coerência, em que se solicita o encontro entre o que se diz e o que se faz. Foi possível enfim perceber, que, de um modo ou de outro, estas disposições estão interligadas e são usadas pelos sujeitos em particular para explicar o seu modo de entender o pensamento coletivo que explica a relação de unidade entre a teoria e a prática. O tempo de experiência no campo pedagógico-científico revelou-se como um fator importante na incorporação de disposições norteadoras da compreensão da realidade como práxis. Observou-se ainda que os professores e estudantes do Curso de Pedagogia da URCA carregam consigo a própria história do Curso. Além disso, ao debate sobre teoria e prática relacionam questões relevantes ligadas ao estágio e ao trabalho de campo. A pesquisa desenvolvida vem contribuir com o debate no sentido de mostrar que não há como separar o modo de conceber a relação teoria e prática das histórias de formação dos indivíduos, instigando a compreensão de que as enunciações dos sujeitos contêm em si uma natureza social.
Descrição: RODRIGUES, Cicera Sineide Dantas. Disposições norteadoras de concepções acerca da teoria e da prática: um estudo das falas de docentes e discentes do Curso de Pedagogia da URCA. 2009. 133f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Fortaleza-CE, 2009.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2968
Aparece nas coleções:PPGEB - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_Dis_CSDRodrigues.pdf630,01 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.