Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3131
Título: A automação da educação: o telensino e a precarização do trabalho docente.
Título em inglês: Le Telensino et la précarisation du travail des professeurs.
Autor(es): MOURA, Ingrid Louback de Castro
Orientador(es): RUIZ, Erasmo Miessa
Palavras-chave: Televisão na educação - Ceará
Trabalho - Aspectos sociais - Ceará
Educação - Aspectos sociais - Ceará
Professores - Condições sociais - Ceará
Professores - Condições econômicas - Ceará
Professores - Ceará - Atitudes
Relações trabalhistas - Ceará
Data do documento: 2009
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: MOURA, I. L. C. ; RUIZ, E. M. (2009)
Resumo: O presente estudo tem como objetivo geral analisar a utilização do sistema de telensino no Estado do Ceará e sua relação com a precarização do trabalho docente. Para tanto, realizamos uma pesquisa qualitativa, baseada no estudo das relações entre Trabalho e Educação. Iniciamos essa investigação com um levantamento histórico do sistema, através da consulta de documentos, artigos, teses e reportagens de jornais que tratavam do tema. Em seguida, realizamos entrevistas com professores que trabalharam no telensino como Professores Orientadores de Aprendizagem, buscando compreender a experiência vivida por esses profissionais e verificando a percepção dos mesmos sobre o sistema e a atividade desempenhada durante sua implantação. O telensino foi utilizado como sistema padrão durante muitos anos na educação do Estado do Ceará. Sua implantação, em 1974, seguiu uma tendência que já se manifestava em outros Estados do país e refletiu o momento de efervescência das ideias tecnicistas na Educação. Em 1993, passou a ser obrigatório em todas as instituições de 1º grau da rede estadual cearense, fato chamado de universalização. Essa foi a solução encontrada pelo governo de Ciro Gomes para resolver o problema de falta de professores e, ao mesmo tempo, ampliar a oferta de vagas nas escolas da rede pública estadual, sem a necessária ampliação dos investimentos na área educacional. Em 1998, foi apresentada pela Secretaria da Educação Básica do Ceará uma proposta de redimensionamento do telensino que tinha como meta solucionar os problemas da proposta inicial. Atualmente, o sistema não é mais utilizado nas escolas do Ceará, contudo, sua utilização deixou marcas na educação cearense e provocou prejuízos para muitos dos professores que trabalharam com esse sistema. Através do levantamento histórico realizado durante esse estudo e da análise dos depoimentos, constatamos evidências de sentimentos de desvalorização, angústia e esgotamento físico e mental, que sinalizam para a precarização do labor docente.
Descrição: MOURA, Ingrid Louback de Castro. A automação da educação: o telensino e a precarização do trabalho docente. 2009. 123f. Dissertação (Mestrado em Educação)- Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Fortaleza-CE, 2009.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3131
Aparece nas coleções:PPGEB - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2007_Dis_ILCMoura.pdf512,56 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.