Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3205
Título: Governamentalidade neoliberal, empreendedorismo e suas repercussões nos processos educacionais da Cidade de Horizonte/Ceará
Título em inglês: Neoliberal governmentality, entrepreneurship and its impact on educational processes of the city of Horizonte, Ceará
Autor(es): ALMEIDA, José Wagner de
Orientador(es): COSTA, Sylvio de Sousa Gadelha
Palavras-chave: Educação e Estado - Horizonte(CE)
Empreendedorismo social - Horizonte(CE)
Governamentalidade Neoliberal
Política Educacional
Teoria do Capital Humano
Empreendedorismo
Subjetividade
Neoliberal Governmentality
Educational Policy
Human Capital Theory
Entrepreneurship
Subjectivity
Educação e Estado - Horizonte(CE)
Empreendedorismo social - Horizonte(CE)
Capital humano
Neoliberalismo
Subjetividade
Data do documento: 2010
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: ALMEIDA, J. W. ; COSTA, S. S. G. (2010)
Resumo: Esta pesquisa teve como objetivo estudar as relações que vêm se dando no campo da educação na cidade de Horizonte, a partir de uma governamentalidade neoliberal apoiada na Teoria do Capital Humano e que tem propiciado a construção de uma cultura empreendedora, a qual tem sido um dos dispositivos utilizados para a efetivação de uma educação empreendedora nos ambientes educativos da cidade. No capítulo um deste trabalho está o problema de pesquisa, com ênfase na questão de como está chegando à educação esse discurso do empreendedorismo, da empregabilidade, do investimento em capital humano, via políticas públicas de educação, através de órgãos da prefeitura como a Secretaria de Educação e a de Desenvolvimento Econômico do município. No capítulo dois encontra-se uma discussão sobre a governamentalidade liberal, em sua vertente alemã (ordoliberalismo) e norte-americana (neoliberalismo), enfatizando-se suas descontinuidades/continuidades. Para esta discussão, é feito um diálogo com Michel Foucault, a partir do livro Nascimento da Biopolítica, tendo-o como o principal referencial teórico. No capítulo três, as discussões giram em torno dos problemas enfrentados pelo capital em suas crises de manutenção e o que isso significou nas sociedades, localizadas na periferia do capitalismo mundial. Nas seções deste capítulo, encontra-se uma discussão sobre a redefinição do papel do Estado brasileiro e sobre como o capital se articulou para instalar uma nova governamentalidade que deu origem a uma normatividade, criando as condições para a instalação de uma governamentalidade neoliberal. No capítulo quatro são focadas as particularidades apresentadas pelo Estado do Ceará no que se refere à implantação de políticas estruturantes, dentre elas a de interiorização da indústria, através da Secretaria da Indústria e Comércio. Mostra-se como essa política veio a afetar a cidade, evidenciando a complexidade dos círculos de cooperação dos sistemas de ação viabilizadores da refuncionalização da cidade, a partir da instalação de indústrias, revelando o papel do Estado e sua ingerência na reestruturação do espaço na cidade. No quinto capítulo, a partir das entrevistas com um ex-secretário de Educação, a atual secretária de Educação, e o secretário de Desenvolvimento Econômico, são estabelecidas conexões entre seus discursos e os dos documentos do Ministério da Educação, tais como a Nova Lei de Diretrizes e Bases da Educação e o Plano Nacional de Educação. Em nível municipal, o Plano Municipal de Educação e o Pacto pela Educação de Horizonte mostram como as políticas de educação, influenciadas pela Teoria do Capital Humano e pela cultura do empreendedorismo, estão chegando à educação do município. Nas notas conclusivas, apresenta-se como a educação empreendedora propõe uma compreensão de homem em que a inclusão dos indivíduos fica sob a responsabilidade deles próprios, através de investimentos em educação, em capital humano.
Abstract: This research aimed to study the relations which are taking in education in the city of Horizonte, from a neoliberal governmentality supported by the Human Capital Theory, which has allowed the construction of an entrepreneurial culture, which has been one of the devices used for the realization of an entrepreneurship education in the educational environments of the city. In chapter one of this work is the research problem, with emphasis on the question of how education is coming to this discourse of entrepreneurship, employability, human capital investment, through public policies of education, through bodies such as City Hall Secretary Education and Economic Development in the city. In Chapter Two is a discussion of the liberal governmentality perspective in its German (ordoliberalismo) and American (neoliberalism), emphasizing its discontinuities / continuities. For this discussion, is done in dialogue with Michel Foucault, from the book Birth of Biopolitics, taking it as the main theoretical framework. In chapter three, the discussions revolve around the challenges facing crises in their capital maintenance and what that meant in companies located in the periphery of world capitalism. In the sections of this chapter is a discussion on redefining the role of the Brazilian state and how the capital is articulated to install a new governmentality that gave rise to a normative, creating the conditions for the installation of a governmentality neoliberal. In chapter four is focused on the particulars submitted by the State of Ceara in relation to the implementation of structural policies, among them the internalization of the industry through the Department of Trade and Industry. It shows how this policy came to affect the city, highlighting the complexity of cooperation circles of action systems refunctioning enablers of the city, from the location of industries, revealing the role of the state and its interference in the restructuring of space in the city . In the fifth chapter, from interviews with a former secretary of education, the current education secretary, and Secretary of Economic Development, are established connections between his speeches and documents of the Ministry of Education, such as New Guidelines Law and the Education and National Education Plan. At the municipal level, the Municipal Education Plan and the Pact for Education Horizon show how education policies, influenced by the Human Capital Theory and the culture of entrepreneurship education are coming to the city. In concluding remarks, presents itself as entrepreneurial education proposes an understanding of man as the inclusion of individuals is the responsibility themselves, through investments in education, human capital.
Descrição: ALMEIDA, José Wagner de. Governamentalidade neoliberal, empreendedorismo e suas repercussões nos processos educacionais da Cidade de Horizonte/Ceará. 2010. 122f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Fortaleza-CE, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3205
Aparece nas coleções:PPGEB - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_Dis_JWAlmeida.pdf1,53 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.