Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3319
Título: Cotas na Universidade Federal do Ceará: para quem?
Título em inglês: Racial quotas at the Federal University of Ceará: To whom?
Autor(es): NASCIMENTO, Antônio Joamir Brito do
Orientador(es): BESERRA, Bernadete de Lourdes Ramos
Palavras-chave: Racismo
Ensino Superior
Política Educacional
Racism
Higher Education
Educational Policy
Negros - Educação(Superior) – Fortaleza(CE)
Negros - Identidade racial
Discriminação na educação – Fortaleza(CE)
Data do documento: 2011
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: NASCIMENTO, A. J. B. ; BESERRA, B. L. R. (2011)
Resumo: Esta dissertação tem dois objetivos centrais: o primeiro é mostrar os motivos da não aceitação pelo CEPE (Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão) de um sistema de reserva de vagas para negros na UFC (Universidade Federal do Ceará) no ano de 2005; e, o segundo é demonstrar como uma demanda por cotas raciais pode ser elaborada baseada em dados estatísticos sólidos. A pesquisa consistiu em uma abordagem teórica do racismo, buscando compreender como ele vem sendo interpretado no Brasil desde o início do século XX. As proposições de organizações defensoras de oportunidades diferenciadas positivamente para os negros são, aqui, colocadas em discussão, em especial as cotas raciais para negros. A pesquisa concluiu, através do parecer produzido pelo Grupo de Trabalho “Políticas de Ações Afirmativas” (GTPAA), instituído pela reitoria para estudar a viabilidade da implantação de um sistema de cotas com base em critérios raciais e de cor como meio de acesso a cursos de graduação, que os dados mostrados eram, na verdade, insuficientes para convencer o CEPE de tal necessidade, destronando a alegação de que a maioria dos componentes do CEPE era “racista”. Em contrapartida a pesquisa apresenta dados que podem colaborar para estruturar uma futura demanda por cotas na UFC, de acordo com a especificidade de cada curso de graduação.
Abstract: This dissertation has two main objectives: the first is to show the reasons for the non-acceptance by CEPE (Board of Education, Research and Extension) against the system of quotas for blacks in the UFC (Federal University of Ceará) in 2005. The second is to demonstrate how a demand for racial quotas may be established based on solid statistical data. The research consisted of a theoretical approach of racism, trying to understand how it has been understood in Brazil since the beginning of the twentieth century. The propositions of institutions that defend positively differentiated opportunities for blacks are here placed in discussion, in particular racial quotas for blacks. The research concluded, through the analysis of a document produced by the Working Group "Affirmative Action Policies" (GTPAA) established by the rector to study the feasibility of implementing a quota system based on race and color as a means of access to courses graduation, that the data shown was actually insufficient to convince CEPE of such need, dethroning the claim that most components of the CEPE were racist. By contrast, the research presents data that can help to structure a future demand for quotas assessment in the UFC, according to the specificity of each undergraduate course.
Descrição: NASCIMENTO, Antônio Joamir Brito do. Cotas na Universidade Federal do Ceará: para quem? 2011. 148 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Fortaleza-CE, 2011.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3319
Aparece nas coleções:PPGEB - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_Dis_AJBNascimento.pdf1,88 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.