Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3369
Título: Padeiros - educadores: coisa que o tempo levou...(1875-1900)
Título em inglês: Beckers education: things that go out wind...(1875-1900)
Autor(es): SOUZA, Amós Bernardino de
Orientador(es): LEÃO, Andréa Borges
Palavras-chave: Literatura - século XIX
Education history
Literature - century XIX
Educação-Ceará-história-1870-1900
Padaria Espiritual
Sociedades literárias-história-1870-1900
Ceará-vida intelectual-história-1870-1900
Educação na literatura
Literatura e sociedade-Ceará-história-1870-1900
Ceará-condições sociais-1870-1900
Data do documento: 2005
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: SOUZA, A. B. ; LEÃO, A. B. (2006)
Resumo: Este trabalho é o resultado empreendido de uma pesquisa historiográfica acerca da inserção de uma agremiação literária, Padaria Espiritual, e seus agentes sócio-históricos, com o envolvimento em práticas docentes no final do século XIX. Por agremiação literária, entendemos uma série de grupos, entre eles, grêmios, gabinetes de leituras, clubes literários, reunião de intelectuais, letrados, romancistas, literatos, escritores, cientistas, naturalistas-realistas, poetas, nefelibatas, parnasos, intelectuais-totais, escritores-cidadãos, homens de letras, intelectuais engajados que, movidos por uma paixão literária, estavam centrados dentro de uma dinâmica de formação da identidade nacional, compondo a República das Letras. Era o século XIX o século em que a ciência firmava suas bases, como guardiã da verdade, influenciando com suas idéias, teorias e correntes, a construção de saberes e campos. Era a época em que a pedagogia, influenciada pelas idéias científicas, como também as literaturas, estabeleceram intercambiamento entre os campos de saberes. O trabalho privilegia exatamente isso: a agremiação Literária, no final do século XIX, que não fazia somente pilhérias e ironias sobre a educação em um jornal chamado o Pão. Para melhor análise do objeto pesquisado, criou-se uma categoria, fundamentando-a no trabalho. Os ideais pedagógicos dos Padeiros podem assim ser evocado. A pesquisa foi realizada com base na teoria de Pierre Bourdieu, por ser matriz teórica da história cultural. Entrecruzando fontes primária, secundárias e literaturas de romance, elegemos para nos acompanhar e orientar Bourdieu nos possibilitou a compreensão e a noção de campos, saberes, doxa e habitus. Acompanharam ainda os nossos olhares Sevcenko, Williams, Ginzburg, Certeau, Darton, Chatier o que nos levaria a criar uma categoria, Padeiros–Educadores, para contar o envolvimento desses integrantes com a educação e a prática docente.Esta pesquisa conta os relatos e narrativas desses agentes históricos que movimentavam uma série de capitais simbólicos. Enquanto pessoas, ou melhor, seres individuais, eram agentes históricos e sociais em seu tempo. É exatamente nesse período que a educação é vista como um apanágio dos males sociais. Civilizar-se, higienizar-se, modernizar-se, educar-se eram as tônicas no Brasil do século XIX. É por estes tempos, o final do século XIX, que os intelectuais e setores médios urbanos embarcam no entusiasmo pela educação. Eram ao nosso ver o Padeiros-Educadores, Escritores-cidadão, fazendo literatura como missão.
Abstract: This work is the undertaken result of a historical reasearch, concerning the insert of literary association, “Spiritual Baker” (Padaria Espiritual), and their social-historical agents, with their involviment in education practices in the end of the XIX century. By literary association, we understood a series of groups among them, unions, cabinets of readings, literary clubs, intellectuais, learned, novelists, writers, scientists, naturalistic-realist, poets, nefelibatas, parnasos, total intellectuais, citizen writers, men of literacy, intellectuais, that moved by a literary passion, were centered in a dynamic of national identify formation. It was in the XIX century, that science was establishing its foundations as the guardian of the truth, influencing with their ideas, theories and currents, the construction of knowledge and fields.The “Bakers” pedagogyzives the literature of that time, guiding the learned reader’s view, on the provincial Ceará. Using some authors to compose a theoretical referential that could manage to express the immensity of the problem, and the retlessness, we accomplished the research based on a Bourdieu’ methodology because they are theoretical head offices of cultural history. Crossing primary, secondary and romance literature sources we’ve chosen to accompany and to guide us the perspective of : Svescenko, Williams, Ginzburg, Certeau, Darton, Chartier and Bourdieu. This research tells the reports and narratives of those historical agents, which moved a series of symbolic capitais, while people, or even better individual beings were historical and social agents in their time, it’s exactly in this period, which education is seen as a characteristic of social evilness.
Descrição: SOUZA, Amós Bernardino de. Padeiros - educadores: coisa que o tempo levou...(1875-1900). 2005. 163 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Fortaleza-CE, 2005.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3369
Aparece nas coleções:PPGEB - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2005_Dis_ ABSouza.pdf820,5 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.