Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34448
Title in Portuguese: Negros do trilho e as perspectivas educacionais
Author: Ribeiro, Rosa Maria Barros
Advisor(s): Furtado, Eliane Dayse Pontes
Co-advisor(s): Cunha Júnior, Henrique Antunes
Keywords: Educação escolar
Preconceito racial
Famílias negras no trilho
Livro didático
Issue Date: 1995
Citation: RIBEIRO, Rosa Maria Barros. Negros do trilho e as perspectivas educacionais. 1995. 226f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Mestrado em Educação, Fortaleza (CE), 1995.
Abstract in Portuguese: O trabalho objetiva analisar as experiências e representações dos afro-brasileiros sobre a escola e as construções e representações da escola sobre estes; analisar como se processam as relações interétnicas na escola, a veiculação dos conteúdos contidos na formulação e transmissão do conhecimento relacionados com os aspectos étnicos. O trabalho analisa uma realidade específica em relação com a totalidade social brasileira, de maneira sistematizada. A pesquisa de campo, realizada com familias negras do Trilho, através de entrevistas livres, parte de temas relacionados com aspectos fundamentais das suas vidas, como: moradia, trabalho, educação, identidade negra, e visões sobre a problemática estudada. A pesquisa é feita à luz da bibliografia sobre o assunto, envolvendo os trabalhos realizados recentemente por educadores afrodescendentes, voltados para estudos da educação, as ideologias do embranquecimento social brasileiro, a desvalorização socio-cultural dos negros e a exclusão do povo negro nos campos econômico e político. Dado que o pensamento etnocêntrico despreza os conhecimentos advindos de outros grupos étnicos, estes trabalhos buscam resgatar as africanidades brasileiras, ensejam uma discussão sobre o multiculturalismo brasileiro e as diversas formas de saber. A pesquisa constata a presença do racismo na escola, seja através dos discursos, dos livros didáticos ou das relações interpessoais, reforçando o processo de exclusão e marginalização no qual estão inseridos os negros que moram na comunidade do Trilho. Os processos de construção das identidades negras não acontecem a partir da escola, mas de outros espaços. A pesquisa encontra uma construção ideológica da inexistência de presença negra no estado do Ceará. Seguem à construção ideológica constatações de uma agressão sistemática de caráter racista. A pesquisa conclui que a realidade escolar no Ceará não é muito diferente de outros estados. A escola processa a pedagogia do silêncio, introduz a abordagem do negro apenas ao 13 de maio, relativo apenas. ao escravismo, encerrando a nossa existência na simbologia da abolição, reduzindo ao' mínimo inexpressivo a nossa participação na elaboração da cultura nacional. A escola, que deveria ser um espaço de construção da cidadania de todos os grupos sociais e étnicos, constitui-se como um instrumento aparentemente neutro, à medida em que não discute sobre a problemática racial e não contribui para o processo de democratização da sociedade, ajudando assim, na sustentação política e econômica e a manter a estrutura de classes. O trabalho conclui sobre o despreparo da escola para fazer face à problemática das relações interétnicas.
Abstract: The aim of this work is to analyze afro-Brazilian people expenences and representations about school, school constructions and representations about afro-Brazilian people, ethnical relationships in school and educational contents transmission process of ethnical topics. The research, that analyze systematically a specific reality of the Brazilian context, have been realized with black families of Trilho community by no-directed interviews and focuses on fundamental aspects of their lives like living conditions, work, education, black identity and on their perceptions about the central theme of the study. The study have been realized in the light of bibliographic sources and of studies realized by «afro descendants» teachers about education, «social whitening» in Brazil and social, economic and cultural depreciation and exclusion of black community members. These studies, that are no based on an ethnocentric thought that reject knowledge from other ethnical groups, aims recover afro-Brazilian cultural aspects and initiate a debate about Brazilian multiculturalism and different kinds of knowledge. Our study prove that racism is present in school, by discourse, didactic manuais and interpersonal relationships. It straightens exclusion process that marginalize black people of Trilho community. We conclude toa that process of construction of black identities doesn't start in school, but in other social spaces. The study identify a systematic ideological construction process that denies black presence in Ceara State and a consequent racist attitude. The study concludes that school reality in Ceara and in other Brazilian states is similar. The school promote a pedagogy of silence and resume the study about black community on May 13 celebrations and on slavery period and abolition. The participation of black people in the construction of national culture is reduced to inexpressive levels. The school, that would be a place where ali social and ethnical groups citizenship is constructed, becomes an instrument apparently neuter, where there is no place for ethnic studies and discussions. In this sense, school does not contribute to the democratization of the Brazilian society and assists to the maintenance of social, politic and economic status quo. The study concludes also that school is not able to face up to the question of ethnic relationships.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/34448
Appears in Collections:PPGEB - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
1995_dis_rmbribeiro.pdf125,29 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.