Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/35109
Título: As crianças do último ano da educação infantil e sua relação com a aprendizagem da escrita: sujeitos, móbeis e sentidos
Autor(es): Oliveira, Rejane Maira Dias de
Orientador(es): Dieb, Messias Holanda
Palavras-chave: Educação Infantil
Sujeito
Relação com o saber
Aprendizagem da língua escrita.
Data do documento: 2018
Citação: Oliveira, R. M. D. ; Dieb, M. H. (2018)
Resumo: O mote para o empreendimento desta Dissertação foi a constatação de práticas docentes voltadas para o ensino da língua escrita com base em atividades de repetição e treino no contexto da Educação Infantil (EI) na Rede Pública de Ensino do Município de Fortaleza - CE. Com base nessa constatação, o objetivo traçado foi o de analisar a relação construída pelas crianças da EI com a aprendizagem da escrita, considerando esses sujeitos em sua atividade, seus móbeis e sentidos em relação ao saber escrever. A base teórica para a pesquisa foi construída a partir dos conceitos de sujeito, atividade, móbeis e sentidos, inventariados por Charlot (2000, 2013) para discutir a relação com o saber, no âmbito da Sociologia da Educação e de sua proposição de uma Sociologia do Sujeito. A pesquisa é de natureza qualitativa, tendo como locus de desenvolvimento uma escola da rede pública de ensino do município de Fortaleza e como sujeitos as crianças do último ano da EI, com idade entre 5 e 6 anos. As técnicas para a construção de dados consistiram em observação participante e uma atividade lúdica adequada à faixa etária das crianças, que nos possibilitou perceber suas experiências e relações com a aprendizagem da linguagem escrita. As formas de registro tiveram como recursos o diário de campo, fotografias e gravações das falas das crianças. No entanto, dentre esses recursos, apenas as anotações de diário de campo e as transcrições das gravações de falas das crianças foram utilizadas como dados a serem analisados, conforme os critérios qualitativos da análise de conteúdo que nos possibilitaram a construção dos tipos ideais (CHARLOT, 2001) da relação das crianças com a aprendizagem do saber escrever. Os demais recursos serviram de apoio às possíveis inferências acerca dos sentidos que as crianças atribuem a essa aprendizagem. Os resultados da análise desses dados apontam para a construção de três tipos ideais: 1) a escrita como preceito institucional; 2) a escrita como competência situacional e 3) a escrita como conteúdo intelectual. A interpretação das tendências dominantes, reveladas nesses tipos ideais e que orientam a relação das crianças com a aprendizagem da escrita, é o que nos permite, portanto, conhecer o lugar que as crianças ocupam como sujeitos dessa aprendizagem, os seus motivos para aprender a escrever e os sentidos que atribuem a essa atividade.
Abstract: The purpose for the making of this dissertation was the realization of teaching techniques dedicated to the instruction of the written language based on repetitive activities and training in the Child Education’s context on the Public Net of Teaching in the City of Fortaleza - CE. Based on this constatation, the goal that was set was analyzing the relationship built by the children from the Public Net of Teaching with the learning of writing, considering these subjects in their activities, motives and meanings towards the knowing of how to write. The theoretical basis for the research was built from the concepts of agent, activity, motives and meanings, produced by Charlot (2000, 2013) to discuss the relationship with the knowledge, in the field of Sociology of Education and its proposition of a Sociology of the Subject. The research has a qualitative nature, with as locus of development a school from the public net of teaching in the city of Fortaleza and as subject individuals the children at the grade named Infantile V (or kindergarten), between five and six years old. The techniques to the construction of data consisted in participating observation and a ludic activity that was appropriate to the children’s age, that allowed us get in their experiences and relationships with the learning of the written language. The ways of register had as ressosurces the field journal, photographs and tapes of the children speaking. However, among these ressources, only the notes from the field journal and the transcriptions of the tapes were used as data to be analysed, according to the qualitative methods in the analysis of the matter that allowed us the construction of ideal types (CHARLOT, 2001) of the relationship between the children and the learning of how to write. The other ressources were used as support to the possible inferences concerning the meanings the children give to this learning. The analysis’ results of the data point to the construction of three ideal types: 1) the writing as institutional precept; 2) the writing as situational competence and 3) the writing as intelectual subject. The interpretation of dominant trends, revealed in these ideal types and that guide the children’s relationships with the learning of writing, is what allows us, therefore, to know the place the children occupy as subject individuals of this learning, their motives to learn to write and the meanings they give to this activity.
Descrição: OLIVEIRA, Rejane Maria Dias de. As crianças do último ano da educação infantil e sua relação com a aprendizagem da escrita: sujeitos, móbeis e sentidos - UFC. 2018. 213f. - Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2018.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/35109
Aparece nas coleções:PPGEB - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_dis_rmdoliveira.pdf1,83 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.