Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3571
Título: A inserção da mulher na esfera produtiva: Uma leitura de gênero, trabalho e educação
Autor(es): LUSTOSA, Maria Anita Vieira
Orientador(es): CHAGAS, Eduardo Ferreira
Palavras-chave: Trabalho
Gênero
Educação
Travail
Genre
Éducation
Mulheres - Emprego - Fortaleza,Região Metropolitana de(CE)
Mercado de trabalho - Fortaleza,Região Metropolitana de(CE)
Discriminação de sexo no emprego - Fortaleza,Região Metropolitana de(CE)
Subemprego - Fortaleza,Região Metropolitana de(CE)
Desemprego - Fortaleza,Região Metropolitana de(CE)
Mulheres - Fortaleza,Região Metropolitana de(CE) - Condições sociais
Data do documento: 2009
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: LUSTOSA , M. A.V. ; CHAGAS, E. F. (2009)
Resumo: A presente pesquisa investiga a crescente inserção feminina no mundo do trabalho, mediante o contexto de crise da sociabilidade do capital, de desemprego em grandes proporções e, principalmente, de precarização do mundo do trabalho. É pretensão deste estudo, portanto, debater sobre a inserção da mulher na esfera produtiva e suas reais formas de efetivação (condições de trabalho), identificando como se expressam as mais recentes tendências do mercado de trabalho, seus desdobramentos e consequências para o segmento feminino. O contexto presente das transformações no mundo da produção traz elementos para uma reflexão sobre as atuais condições de inserção das mulheres na divisão social e técnica do trabalho, em um cenário que expressa a agudização da precarização das circunstâncias de trabalho, não apenas desse segmento, mas de toda a classe trabalhadora. A pesquisa foi fundamentada no referencial teórico marxista e nos estudos de autores como Mészáros, Antunes, Nogueira, Toledo, Hirata, dentre outros, que se debruçaram sobre a análise das contradições inerentes à lógica antagônica da sociabilidade do capital. Dessa forma, fazer um estudo baseado nos pressupostos marxista torna-se relevante para se compreender o engendramento da problemática social na perspectiva da totalidade do real. A investigação realizou-se por meio de uma pesquisa bibliográfica e documental, e por intermédio de análise dos documentos do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho – IDT/Fortaleza, que pudessem indicar como é expresso o fenômeno de inserção da mulher no mercado de trabalho contemporâneo, particularmente, na Região Metropolitana de Fortaleza – RMF. Esclarecemos ainda, que a investigação contou também com dados de pesquisas realizadas em órgãos como Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, Organização Internacional do Trabalho – OIT, Pesquisa Nacional por Amostra de Domicilio – PNAD, e outros documentos que auxiliaram o desenvolvimento do referido estudo. Nesse sentido, a análise da dimensão de exploração do trabalho feminino na sociedade capitalista pode ser percebida nas diversas formas de inserção subalterna, expressas em empregos tidos como de menor relevância social, prestações de serviços, terceirizações, informalidades ou empregos sem amparos legais, e nas exigências de um maior nível de escolarização e qualificação profissional.
Descrição: LUSTOSA, Maria Anita Vieira. A inserção da mulher na esfera produtiva: uma leitura de gênero, trabalho e educação. 2009. 113f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Fortaleza-CE, 2009.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3571
Aparece nas coleções:PPGEB - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_Dis_MAVLustosa.pdf1,65 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.