Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/38404
Título: A progressão temática em Língua Portuguesa: uma análise de notícias sobre a operação Lava Jato no jornal Folha de São Paulo
Autor(es): Silva, Izabel Larissa Lucena
Torres, Fábio Fernandes
Brasil, Carlla Gabriella Ferreira
Palavras-chave: Estratégias de Tematização
Princípio da Marcação
Operação Lava Jato
Data do documento: 2018
Editor: Revista Entrepalavras
Citação: SILVA, Izabel Larissa Lucena; TORRES, Fábio Fernandes; BRASIL, Carlla Gabriella Ferreira. A progressão temática em Língua Portuguesa: uma análise de notícias sobre a operação Lava Jato no jornal Folha de São Paulo. Revista Entrepalavras, Fortaleza, ano 8, v. 8, número especial, p. 169-188, set. 2018.
Resumo: Este artigo tem por objetivo analisar a manifestação do Tema em notícias que tratam da operação Lava Jato, com o propósito de identificar os tipos de participantes que ocorrem com mais frequência como ponto de partida da oração e os tipos de estratégias de tematização predominantes nas notícias analisadas. Nosso referencial teórico apoia-se na perspectiva teóricometodológica da Gramática Sistêmico- Funcional de Halliday e Matthiessen (2004) e no Princípio de Marcação de Givón (1990, 1995). Embora constituam propostas teóricas distintas, tais perspectivas não são excludentes; ao contrário, complementam-se no que diz respeito aos objetivos deste trabalho, que procura investigar o Tema como estratégia textual-discursiva na construção da orientação argumentativa do texto, considerando a correlação motivada entre fatores cognitivos, textual-discursivos e estruturais. Metodologicamente, foram analisadas dez notícias sobre a operação Lava Jato, extraídas do jornal Folha de São Paulo, publicadas entre maio de 2016 a junho de 2017. Os resultados indicam (a) a dominância das entidades humanas “investigado” e “juiz”, como ponto de partida da oração nos textos analisados,revelando o modo como o autor do texto deseja orientar a interpretação do leitor/ ouvinte sobre a operação Lava Jato e (b) a tematização linear como o tipo de organização da informação mais comum nas notícias investigadas.
Abstract: The purpose of this article is to analyze the manifestation of the Theme in news that deal with the Lava Jato operation, with the purpose of identifying the types of participants that occur most frequently as the starting point of the prayer and the types of thematic strategies that predominate in the analyzed news. Our theoretical reference is based on the theoretical-methodological perspective of the Systemic-Functional Grammar of Halliday and Matthiessen (2004) and on the Markeness Principle of Givón (1990, 1995). Although they constitute distinct theoretical proposals, such perspectives are not exclusive; on the contrary, they are complementary in concerning to the objectives of this work, which seeks to investigate the theme as a textual-discursive strategy in the construction of the argumentative orientation of the text, considering the motivated correlation between cognitive, textual-discursive and structural factors. Methodologically, ten news on the operation Car Wash were analyzed, extracted from the newspaper Folha de São Paulo, which were published between May 2016 and June 2017. The results indicate (a) the dominance of the human entities “investigated” and “judge”, as a point of starting from the sentence in the texts analyzed, revealing how the author of the text wishes to guide the interpretation of the reader / listener on the operation Car Wash and (b) the linear thematization as the type of information organization most common in the investigated news.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/38404
ISSN: 2237-6321
Aparece nas coleções:DLV - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_art_illucenafftorres.pdf194,45 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.