Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/39769
Title in Portuguese: Processos de aprendizagem e criação em danças afroancestrais: proposições pedagógicas e modos de fazer
Author: Sousa, Gerson Carlos Matias de
Advisor(s): Petit, Sandra Haydée
Keywords: Corpo afroancestral
Dança
Ensino-aprendizagem
Criação
Issue Date: 2018
Citation: SOUSA, Gerson Carlos Matias de. Processos de aprendizagem e criação em danças afroancestrais: proposições pedagógicas e modos de fazer. 2018. 226f. - Dissertação - (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação, Fortaleza (CE), 2018.
Abstract in Portuguese: Minha dissertação se propõe compartilhar proposições pedagógicas de ensino-aprendizagem-criação em danças afroancestrais, resultantes de experimentos e sistematizações de exercícios corporais desenvolvidos com/por educadores/as atuantes em escolas públicas, grupos/companhias artísticas e projetos culturais, no curso de extensão: “Corporeidades afroancestrais na cena contemporânea”, onde me utilizei das bases metodológicas de ensino construídas pela Cia Balé Baião no Ponto de Cultura Galpão da Cena, Itapipoca CE e os princípios da Pretagogia, referencial teórico-metodológico desenvolvido por Sandra Petit junto com o NACE (Núcleo das Africanidades Cearenses/ NACE-UFC). O curso possibilitou a vivência e catalogação de exercícios e jogos corporais de cunho didático que empoderam o/a educador/a dançante para contribuir de maneira efetiva e integral junto à práticas transdisciplinares de danças afroancestrais em âmbito educacional formal e não-formal, assumindo uma postura de sujeito ativo que dança junto com os/as educandos/as, testemunhando pelo corpo as suas próprias singularidades afro dançantes e possibilitando que a dança seja uma vivência educacional continuada favorável ao desenvolvimento das autonomias dançantes de todos os corpos, rompendo com o conceito eurocêntrico que limita-se ao treinamento ou reprodução de passos a serem seguidos e reproduzidos. Para Paulo Freire (2000), um processo de ensino-aprendizagem não se constitui com “transferências de saberes” ou “repetições mecânicas”. A pesquisa edificada ao longo do curso gerou experiências de empoderamento e emancipação dos/as educadores/as dançantes à proporção que permitiram-se dançar os seus mitos pessoais, suas histórias de vida, memórias, desejos, esperanças e militâncias por meio de suas singularidades e subjetividades corporais, experimentando Ser em comunidade, Ser em conexão dançante com o outro/diferente. Nesse percurso investigativo se sobrepuseram as seguintes questões: Que proposições pedagógicas e/ou práticas dançantes podem contribuir com a reconexão afroancestral do corpo contemporâneo? De que maneiras as danças afroancestrais podem contribuir com processos de ensino-aprendizagem-criação nos contextos da educação formal e não formal?
Abstract: My dissertation proposes to share pedagogical propositions of teaching-learning-creation in Afro-Canadian dances, resulting from experiments and systematizations of corporal exercises developed with / by educators in public schools, artistic groups / companies and cultural projects, in the extension course: "Afro-American corporations in the contemporary scene", where I used the methodological bases of teaching constructed by Cia Balé Baião in the Culture Point Galpão da Cena, Itapipoca CE and the principles of Pretagogy, a theoretical-methodological framework developed by Sandra Petit together with NACE Nucleus of the Africanities of Ceará / NACE-UFC). The course made possible the experience and cataloging of exercises and didactic corporal games that empower the educator to dance in an effective and integral way with the transdisciplinary practices of Afro-Canadian dances in a formal and non-formal educational context, assuming a posture of an active subject who dances along with the students, witnessing to the body their own African dance singularities and enabling dance to be a continuous educational experience favorable to the development of the dancing autonomy of all bodies, breaking with the Eurocentric concept that is limited to the training or reproduction of steps to be followed and reproduced. For Paulo Freire (2000), a process of teaching-learning does not constitute with "transfers of knowledge" or "mechanical repetitions". The research built throughout the course generated experiences of empowerment and emancipation of the educators to the extent that they allowed themselves to dance their personal myths, their life histories, memories, desires, hopes and militants through their singularities and bodily subjectivities, experiencing Being in community, Being in connection with each other / different dance. In this investigative route the following questions were superimposed: What pedagogical propositions and / or dancing practices can contribute to the African-American reconnection of the contemporary body? In what ways can African-Brazilian dances contribute to teaching-learning-creation processes in the contexts of formal and non-formal education?
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/39769
Appears in Collections:PPGEB - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_dis_gcmsousa.pdf2,82 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.