Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43095
Title in Portuguese: (In) disciplina: As múltiplas facetas na instituição de ensino
Author: Vieira, Raquel Matias
Advisor(s): Lins, Sylvie Ghislaine Delacours Soares
Keywords: Disciplina escolar
Professores e alunos
Issue Date: 2010
Citation: VIEIRA, R. M. (In) disciplina: As múltiplas facetas na instituição de ensino. 2010. 79 f. Monografia (Graduação em Pedagogia) - Faculdade de Educação, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2010.
Abstract in Portuguese: Nos dias atuais, a indisciplina estudantil é uma queixa recorrente no discurso de muitos professores como a principal causa do fracasso no processo ensino-aprendizagem. Em virtude disso, objetivou-se principalmente a reflexão sobre o sentido daquilo que se considera como indivíduo disciplinado numa perspectiva histórica, social, econômica e cultural até o presente momento. Não obstante, almejou-se analisar especificamente as principais causas desse fenômeno educacional, acerca dos quais muitos têm a impressão de ser algo recente, mas que já se manifesta desde há muito. Aliado a isto, destacaram-se alternativas metodológicas que de algum modo facilitem a prática docente, em especial nos anos do ensino fundamental I, mediante a conscientização conjunta dos diversos agentes que dão sustentabilidade ao que se denominou “educar”, ou seja, pais, alunos, professores, comunidade escolar, entre outros. A análise das variáveis ora explicitadas verificou que a indisciplina escolar é tratada por muitos educadores como aspecto negativo, haja vista que ameaçam a autoridade destes. Alguns, costumeiramente, recorrem a sanções, combinados que não são levados adiante e compensações para aqueles que se destinam a obedecer fielmente àquilo que lhes é imposto. É válido ressaltar ainda que, a metodologia utilizada ao longo de tal estudo baseou-se num eixo qualitativo, ou seja, por meio de um levantamento bibliográfico. Dando seguimento, o último capítulo expõe ideias pedagógicas a serem alcançadas ainda na formação humana, por meio de princípios de solidariedade e respeito na relação professor-aluno. Concluímos que a indisciplina não deve ser tratada com um olhar autoritário e discriminatório. Em vez disso, deverá alcançar uma vertente educativa que torne suscetível uma harmonização na sala de aula. Não se há de pensar, contudo, no total desaparecimento dos conflitos escolares, porquanto este é um espaço de convivência, e, portanto subversões continuarão a aparecer. Por meio do diálogo, entretanto, o docente poderá mediar comportamentos subversivos.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43095
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:PEDAGOGIA - TCC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_tcc_rmvieira.pdf6,27 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.