Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43442
Title in Portuguese: Avaliação da adesão aos cuidados para prevenção da transmissão vertical do HIV em gestantes e puérperas soropositivas
Author: Lopes, Jordana de Moura
Advisor(s): Oriá, Mônica Oliveira Batista
Keywords: Transmissão Vertical de Doença Infecciosa
HIV
Assistência à Saúde
Issue Date: 2019
Citation: LOPES, J. M. Avaliação da adesão aos cuidados para prevenção da transmissão vertical do HIV em gestantes e puérperas soropositivas. 2019. 55 f. Monografia (Graduação em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2019.
Abstract in Portuguese: A epidemia do HIV ao longo dos anos, vem se feminizando e heterossexualizando, havendo crescimento da infecção em mulheres principalmente em idade reprodutiva, aumentando assim as taxas de gestantes vivendo com HIV, consequentemente aumenta-se o risco de transmissão vertical do vírus. Hoje 93% dos casos de detecção do HIV em menores de 13 anos é decorrente dessa forma de contágio. Muitos são os obstáculos para que mulheres que vivem com HIV/Aids hoje, no Brasil, obtenha uma adesão adequada aos cuidados para prevenção da transmissão vertical do HIV. Destarte, esse estudo tem como finalidade avaliar a adesão de gestantes e puérperas soropositivas aos cuidados para prevenção da transmissão vertical do HIV. Trata-se de estudo descritivo, de delineamento quantitativo, longitudinal, com base em uma pesquisa previamente realizada em três maternidades públicas de Fortaleza – CE, sendo elas: Hospital Distrital Gonzaga Mota de Messejana (HDGMM), Hospital Geral de Fortaleza (HGF), e Maternidade Escola Assis Chateaubriand (MEAC). As pacientes elegíveis foram gestantes vivendo com HIV que estivessem realizando o pré-natal nas instituições já referidas. Trata-se de mulheres jovens com média de idade de 26,9 anos, a maioria pardas, provenientes da capital do estado, com baixa escolaridade, (70,2%) casadas, (31,7%) exercendo a ocupação do lar ou desempregada, com renda per capita inferior a meio salário mínimo. Com relação ao perfil reprodutivo, a maioria são mulheres multíparas, que descobriram a infecção pelo HIV durante a gravidez atual ou após gravidez anterior (61,54%), (62,5%) sem filhos expostos ao vírus. No que toca aos cuidados de adesão para prevenção da TV-HIV, as mulheres estavam em acompanhamento pré-natal, realizaram todos os exames de rotina solicitados, fazem uso da TARV, mantém boa alimentação, apenas 39,8% fazem uso do preservativo em todas as relações sexuais. Durante o parto todos os cuidados obstétricos foram adotados para redução dos riscos de TV, já no puerpério todas as crianças fizeram uso correto do AZT até a 4ª semana de vida, não foram amamentadas, fizeram uso de fórmula láctea infantil, e compareceram a todas as consultas agendadas, realizando todos os exames solicitados. Entretanto, nem todas as puérperas (46,7%) receberam orientações da equipe de saúde sobre os cuidados que deveriam tomar para prevenir a TV. Portanto, apesar das limitações do estudo e dos entraves encontrados por esse grupo, que podem acarretar uma diminuição da adesão aos cuidados, a pesquisa mostra uma adesão satisfatória por parte das gestantes e puérperas participantes do estudo, quanto aos cuidados prestados por estas para prevenir a Transmissão Vertical do HIV.
Abstract: The HIV epidemic over the years has become feminized and heterosexualizing, with infection increasing in women, especially in the reproductive age, thus increasing the rates of pregnant women living with HIV, thus increasing the risk of vertical transmission of the virus. Today 93% of the cases of HIV detection in children under 13 years of age are due to this form of contagion. There are many obstacles for women living with HIV / AIDS today in Brazil to achieve adequate adherence to care for the prevention of vertical HIV transmission. Therefore, this study aims to assess the adherence of pregnant and post-partum women to care for the prevention of vertical HIV transmission. This is a descriptive study, with a quantitative and longitudinal design, based on a previous research carried out in three public maternity hospitals in Fortaleza, CE: Gonzaga Mota de Messejana District Hospital (HGF), General Hospital of Fortaleza (HGF) and Maternity School Assis Chateaubriand (MEAC). The eligible patients were pregnant women living with HIV who were undergoing prenatal care in the previously mentioned institutions. These were young women with a mean age of 26.9 years, most of them from the state capital, with low schooling, (70.2%) married, (31.7%) exercising the occupation of the home or unemployed, with per capita income less than half a minimum wage. With regard to the reproductive profile, the majority are multiparous women, who discovered the HIV infection during the current pregnancy or after previous pregnancy (61.54%), (62.5%) without children exposed to the virus. Regarding adherence care for HIV-prevention, women were under prenatal care, had all the routine exams requested, used ART, maintained good nutrition, only 39.8% used condoms in all sexual intercourse. During the delivery, all obstetric care was adopted to reduce the risk of VT, while in the puerperium all the children used AZT correctly until the 4th week of life, were not breastfed, used infant formula and attended all scheduled appointments, performing all the requested tests. However, not all postpartum women (46.7%) received guidance from the health care team about the care they should take to prevent TV. Therefore, despite the limitations of the study and the obstacles encountered by this group, which may lead to a decrease in adherence to care, the research shows a satisfactory adherence on the part of the pregnant women and Vertical Transmission of HIV.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43442
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:ENFERMAGEM - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_tcc_jdmlopes.pdf987,27 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.