Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6031
Título: A atuação do intérprete de libras em uma instituição de ensino superior
Autor(es): SILVA, Diná Souza da
Orientador(es): LEITÃO, Vanda Magalhães
Palavras-chave: Libras interpreter
Inclusion of the deaf
Língua brasileira de sinais – Ceará
Intérpretes para surdos – atitudes - Ceará
Deficientes auditivos – Educação (Superior) – Ceará
Educação inclusiva – Ceará
Data do documento: 2013
Editor: www.teses.ufc.br
Citação: SILVA, D. S.; LEITÃO, V. M. (2013)
Resumo: As Instituições de Ensino Superior (IES) do Brasil vêm passando por uma série de transformações necessárias para o desenvolvimento de uma educação acessível a todos. Percebe-se que, o estabelecimento de políticas acessíveis e inclusivas é o único meio efetivo para a realização destas ações, por via de programas ou núcleos de apoio já existentes ou a serem criados nestas instituições. Quando se pensa na inclusão dos alunos surdos, o primeiro ponto é a acessibilidade linguística, proporcionada através da presença do profissional intérprete de Língua Brasileira de Sinais (Libras). O objetivo geral desta pesquisa é, portanto, investigar a prática dos intérpretes educacionais junto a alunos surdos, em uma instituição de ensino superior, a partir das práticas inclusivas vivenciadas, focalizando e avaliando aspectos dessa experiência através da análise dos seguintes objetivos específicos: verificar como acontecem as políticas de inserção deste profissional em uma instituição de ensino superior, traçar o perfil deste intérprete, e, ainda, discorrer sobre as práticas de atuação, desenvolvidas por este, nos espaços educacionais em questão. A pesquisa realizada é de caráter qualitativo, realizada através de um estudo de caso, além do estudo documental. Para a coleta de dados, a priori, realizou-se uma observação exploratória, na qual foram levantadas informações iniciais sobre os dados da pesquisa, alcançando novas ideias e ou esclarecimentos sobre o assunto, com o intuito de tornar possível um entendimento mais claro sobre o objeto de estudo. Em seguida, foi concretizado, durante dez semanas, o trabalho de campo propriamente dito, através das observações das aulas teóricas e práticas, com roteiros previamente estabelecidos. Todas as informações foram registradas em um diário de campo. Para a coleta dos elementos específicos, optou-se pela entrevista estruturada, realizada com quatro membros do núcleo que coordena os intérpretes, composta de quatro alunos surdos e quatro intérpretes, atuantes na graduação e na pós-graduação. Os resultados obtidos apontam para a necessidade de se estabelecer uma política institucional, voltada à atuação do intérprete de Libras, e, ainda, um conhecimento aprofundado, por parte das instituições, sobre o papel do intérprete, suas atribuições e seus limites nestas. Percebe-se, também, a obrigação de se estudar e de se refletir sobre as práticas utilizadas, amadurecer as ideias e as ações inerentes a este grupo, os quais, na maioria das vezes, não possuem uma formação específica adequada. Observa-se que, apesar da instituição possuir um conhecimento teórico sobre a acessibilidade e a inserção de pessoas surdas, há muito, ainda, a ser realizado, no que se refere a uma efetiva inclusão. Por fim, entende-se que, para uma eficaz atuação deste profissional no ensino superior, estas instituições de ensino tem o desafio de buscar compreender referido processo de inclusão de uma maneira ampla, refletindo sobre o seu papel, como participante deste processo, e, não apenas como disponibilizadora do serviço de interpretação, visto que, tão somente a presença do intérprete em sala de aula não garantirá que esta inclusão aconteça. Ocorre que, existe um prisma que emoldura este fazer, onde os pilares são professores, alunos e intérpretes, incidentes no cume denominado instituição.
Abstract: The Higher Education Institutions (HEIs) in Brazil has been undergoing a series of transformations necessary for the development of quality education accessible to all. It can be seen that the establishment of policies accessible and inclusive is the only effective means to achieve these actions, through programs or support centers already existing or to be created in these institutions. When considering the inclusion of deaf students, the first point is the linguistic accessibility, provided by the presence of the professional interpreter Brazilian Sign Language (Libras). The objective of this research is therefore to investigate the practice of educational interpreters with deaf students in an institution of higher education, inclusive practices from experienced, focusing and evaluating aspects of that experience through the analysis of the following specific objectives: to determine how place policies insertion of a professional institution of higher learning, profiling this interpreter, and also discuss the practical activities developed by this, the educational spaces in question. The research is qualitative, performed through a case study, and the study of documents. To collect data, a priori, there was a exploratory observation, which were raised initial information about the survey data, bringing new ideas and or clarification on the matter, in order to make possible a clearer understanding about the object of study. Then it was realized, for ten weeks, the fieldwork itself, through observations of classroom and with previously established routes. All data were recorded in a diary. For the collection of specific elements, we opted for a structured interview conducted with four core members who coordinates interpreters, composed of four students and four deaf performers, working at undergraduate and postgraduate level. The results point to the need to establish an institutional policy, focused on the role of interpreter Pounds, and also a thorough knowledge on the part of institutions, the role of the interpreter, their powers and their limits in these. It is clear, too, the obligation to study and reflect on practices, mature ideas and actions pertaining to this group, which in most cases do not have adequate specific training. It is observed that despite the imposition have a theoretical knowledge about the accessibility and insertion of deaf people, there is much yet to be performed, in relation to the effective inclusion. Finally, it is understood that, for effective performance of this professional in higher education, these educational institutions have the challenge of trying to understand that the process of inclusion of a broad manner, reflecting on its role as a participant in this process, and not only as the interpretation service, since, so only the interpreter in the classroom does not ensure that this inclusion happen. It happens that there is a prism that frames do this, where the pillars are teachers, students and performers, incidents on the ridge called institution.
Descrição: SILVA, Diná Souza da. A atuação do intérprete de libras em uma instituição de ensino superior. 2013. 161f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2013.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6031
Aparece nas coleções:PPGEB - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013-DIS-DSSILVA.pdf1,8 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.